Viajar na melodia, me entorpecer.
SMOKE ?
HOME ASK FACE
355
10
Era um dia frio, muito frio, nublado e as vezes chuvoso, eu estava em casa, não estava fazendo nada de muito interessante, foi quando meu celular tocou…Era ele, eu atendi e ele disse que estava assistindo uma porção de filmes sozinho em casa e que estava muito sem graça…Segundo ele, estava precisando de uma companhia que no caso seria eu. Aceitei o convite dele, tomei banho, me arrumei por completo, estava bonito por sinal e fui até a casa dele.
Chegando lá, subi as escadas do prédio, toquei a campainha e ele abriu a porta…Estava em roupas íntimas e pediu desculpas esclarecendo que estava de pijama porquê ainda não tinha levantado da cama, disse que ia se vestir e eu disse que não havia problema mas ele insistiu e se vestiu, ele entrou no quarto e eu em seguida, estava escuro, janelas e cortinas fechadas, apenas a luz da tv como visão, roupas pelo chão e cama desarrumada, disse que eu poderia me sentar então me sentei…Ele já estava vestido quando pediu que eu escolhesse um filme então eu escolhi de olhos fechados um filme qualquer…Ele se deitou na cama enquanto eu ainda estava sentado, disse também que eu poderia me deitar, tirei meus sapatos e deitei, não muito perto, deitei normalmente.
O filme não era interessante porém tedioso, era um filme de suspense, combinando com o cenário que estávamos deitados, logo vi as mãos dele se passando levemente sobre o meu cabelo, ás vezes seus pés passavam-se sobre os meus em baixo do cobertor, virei meu rosto em direção ao rosto dele e me assustei, pois ele já estava perto demais e então dessa vez os lábios dele que se moveram, em direção aos meus, nós nos beijamos durante uns 10 minutos, isso fez eu ter vontade de tirar a roupa dele, deixando ele em roupas íntimas novamente…Disse que eu poderia ir mais além se quisesse então eu fui, tirei sua cueca e gostei do que vi, nesse momento eu também estava completamente despido e estava muito frio, então cada toque dos lábios dele no meu pescoço estava fazendo eu me arrepiar por inteiro, deitei em cima de seu corpo eu fui beijando seu pescoço, passando então por seu peito, barriga, até que finalmente cheguei onde queria, ele abriu um sorriso de canto quando meus lábios tocaram seu pênis, então fiz tudo que eu sabia e queria fazer, ele gostou pelo que pude ver.
Depois de muito tempo com a boca ocupada, foi a vez dele…Ele era ótimo, não teve meio termo em nada…Brutalmente me colocou de quatro, como um cachorro e não teve dó nem piedade…Eu gostei muito de tudo, aquela dor e aquele frio juntos estavam me levando a loucura, eu levantei e joguei ele na cama, deitado de frente pra mim…Era minha vez, levantei suas pernas, deixando seus joelhos tecnicamente encostados em seu rosto e então ”comi” ele até quando não pude mais, ficamos nesse troca troca por um bom tempo nas mais inusitadas posições existentes que eu e ele conhecíamos, ele começou a suspirar mais alto cada vez mais, então eu percebi que ia gozar e penetrei mais intensamente e mais violento, foi quando ele parou de suspirar e gemeu alto…Fechei os olhos e quando abri minha barriga estava suja, completamente…Logo era minha vez, ele disse que queria pra ele e então o botei de joelhos no chão e mandei ver, de olhos fechados só senti aquele enorme prazer, aquela sensação de que você vai explodir, aquele arrepio intenso com uma mão que não era minha controlando meu pênis e logo em seguida língua…Uma lambida seguida de dois lábios famintos sobre ele, abri os olhos e estava tudo limpo, pra finalizar tudo isso, nos beijamos e dormimos nus, naquele frio desumano.
Pedro Barros
768
497
THEME